Blog da jornalista Olívia de Cássia  
 
BRASIL, Nordeste, MACEIO, CENTRO, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, Portuguese, Livros, Informática e Internet, Cinema
MSN -
border=0
 
   Arquivos

     
    border=0
    Outros sites

     UOL - O melhor conteúdo
     BOL - E-mail grátis
     Site Pessoal de Olívia de Cássia
     Tribuna Ocupada
     Fenaj
     Comissão de Jornalistas Assessores de Imprensa
     Blog do Maikel Marques
     Blog do Tchola
     Blog do deputado Paulão
     A Palavra - Ivan Nunes
     AL RÁDIO - Notícias na Internet
     União dos Palmares Wikpedia
     Site do jornalista, escritor e artista Bezerra Neto
     Tribuna Independente
     Blog do Bezerra Neto
     Alagoas em Tempo Real - Notícias
     Alagoas Agora - Notícias
     Fonte Notícias
     Tudo na Hora
     Alagoas 24 horas
     Assembléia Legislativa
     O Relâmpago - jornal on-line
     Blog de Edberto Ticianeli
     Dr. Paulo do PT
     Blog do Toni Lima
     Judson Cabral - líder do PT na Assembléia
     Blog do Serginho
     Josivaldo Ramos
     Show da Clô
     Zoio TV - Arapiraca
     Jornal Primeira Edição
     Site Gente da Gente


    Votação
    Dê uma nota para meu blog



    border=0
     


    UNIÃO DOS PALMARES

     

     

    Convenção do PT homologa candidatura de Beto Baía

    para prefeito e Paulinho do PT para vice

     

             A convenção do PT, realizada neste domingo em União dos Palmares, homologou  o nome do médico Beto Baía para prefeito do município e Paulinho do PT para vice. A convenção contou com a presença de vários partidos aliados, militantes do PT, do ex-prefeito Afrânio Vergetti de Siqueira e a esposa, Cristina Vergetti de Siqueira,  e do também ex-prefeito José Praxedes, além da vereadora Genisete Lucena (PT).

    Agora é trabalhar pelas candidaturas da majoritária e dos vereadores e torcer para que tudo funcione a contento. Também esperamos que este ano a campanha seja de paz e que os últimos acontecimentos não comprovem o que todos temiam.



    Escrito por Olívia de Cássia às 23h23
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






    São Pedro...

     

     

    Hoje é dia de São Pedro, primeiro apóstolo escolhido por Jesus, segundo a Igreja

     

     

    O dia de São Pedro, comemorado hoje, 29, representa o fim dos festejos juninos pelo País a fora. Pedro teria nascido em Betsaida e morava em Cafarnaum. Mas o santo não é conhecido por ser festeiro. Humilde, o pescador deixou mulher e família para seguir Jesus. Segundo o padre Gustavo Haas, assessor de liturgia da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), São Pedro foi o primeiro apóstolo escolhido por Jesus e sempre exerceu um papel de liderança.

    “São Pedro se chamava Simão, e Pedro foi um nome dado por Jesus para significar a fortaleza da pedra, sobre a qual Jesus ergueu sua igreja. Um dos símbolos de Pedro é a chave que traz consigo que representa a chave do Reino de Deus”, afirma Haas. De acordo com o padre, Pedro foi morto em Roma, em 67 d.C., por ser cristão. Ele teria sido crucificado de cabeça para baixo e enterrado onde atualmente está construída a Basílica de São Pedro.

    “A importância de Pedro para a Igreja é tão grande, como liderança e exemplo de fé, que todo papa é sucessor de São Pedro. Ele era um homem simples, mas que sempre esteve disposto a pregar”, afirma Haas.

    Segundo o relato no Evangelho de São Lucas,[2] Pedro teria conhecido Jesus quando este lhe pediu que utilizasse uma das suas barcas, de forma a poder pregar a uma multidão de gente que o queria ouvir. Pedro, que estava a lavar redes com São Tiago e João, seus sócios, concedeu-lhe o lugar na barca que foi afastada um pouco da margem.

    No final da pregação, Jesus disse a Simão que fosse pescar de novo com as redes em águas mais profundas. Pedro disse-lhe que tentara em vão pescar durante toda a noite e nada conseguira mas, em atenção ao seu pedido, ia fazer. O resultado foi uma boa pescaria, de tal monta que as redes iam rebentando, sendo necessária a ajuda da barca dos seus dois sócios, que também quase se afundava puxando os peixes. Numa atitude de humildade e espanto Pedro prostou-se perante Jesus e disse para que se afastasse dele, já que é um pecador. Jesus encorajou-o, então, a segui-lo, dizendo que o tornará "pescador de homens".

    O apóstolo Pedro, depois de ter exercido o episcopado em Antioquia, tornou-se o primeiro bispo de Roma. Depois de solto da prisão em Jerusalém, o apóstolo viajou até Roma e aí ficou até ser expulso com os judeus e cristãos pelo imperador Cláudio, época em que voltou a Jerusalém e participou da reunião de apóstolos sobre os rituais judeus no chamado Concílio de Jerusalém. Após esta reunião, ficou em Antioquia  e, depois de passar por várias cidades, foi mártir em Roma entre 64 e 67 d.C.

     

     

    São Paulo

     

    Também neste domingo é comemorado o dia de São Paulo. O santo morreu no mesmo ano que São Pedro, mas foi decapitado. “A crucificação era a pena de morte para quem não fosse cidadão romano, como Pedro, por exemplo. Paulo, que também morreu por ser cristão, era romano, e por isso sua pena de morte foi diferente”, diz Haas.

    A história de Paulo ressalta aspectos importantes da fé e da conversão. “Paulo era intelectual e um grande conhecedor da cultura da época, mas antes de se converter ele era perseguidor dos cristãos, e chegou até a matar alguns deles”.

    Depois da conversão, Paulo ficou conhecido por ser o primeiro a levar o evangelho além dos limites do império. “É característica de São Paulo anunciar o evangelho cidade a cidade. Ele escreveu muitas cartas em que dava testemunhos de sua fé e sua vida e, por sua cultura, cada carta condiz com a realidade do povo a que se destinava”, afirma. (Com informações do site G1 e da Wikipédia, a Enciclopédia livre da Internet) 



    Escrito por Olívia às 19h39
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






    Igreja do Horto, no Farol. onde foi realizado o casamento da minha sobrinha Márcia Maria....

    O bolo....

    A mesa dos bombons. ....

    Meu sobinho João Manuel, irmão da noiva...

    Meu irmão Petrúcio, o pai da noiva...

    Márcia Maria e Valdir Vilela dançando a valsa, minha sobrinha linda....

    Em primeiro plano, meu irmão e minha cunhada dançando a valsa...

    Mais valsa....

    Retoques nos noivos...

    Meus sobrinhos Márcio e João, irmãos da noiva.....

    Viva os noivos...

    Eu na festa....

    Minha sobrinha Nthalya e meu irmão Petrônio....

    A família da minha cunhada....Gustavo e esposa, e Suely Maria, filha de José Simplício Filho....

    Flagrante da festa....

    Márcia Maria, a noiva....

    Eu e Nathalya.....na igreja, esperando os noivos...

    Petrônio e Sônia, minha cunhada...

    Minha cunhada Sônia e minha sobrinha Nathalya....

    Os noivos chegam aos pés do altar....

    A celebração.....

    A foto da foto.....

    Família....

    Márcio e Sandra....

    Eu e meu irmão Petrúcio....

    Os novios de novo....

    Nathalya....

    Valsa....

    O bolo da noiva....



    Escrito por Olívia às 03h29
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






    Violência contra mulher pode ser crime de tortura

     

    Sandes Júnior disse que papeis sociais e culturas patriarcais estimulam a violência

     

     Portal Câmara

     

    A Câmara avalia a proposta de inclusão da violência contra a mulher na classificação de crimes de tortura, com pena agravada quando o crime for cometido em decorrência de relações de parentesco, casamento ou união estável. A medida está prevista no Projeto de Lei 3047/08, do deputado Sandes Júnior (PP-GO).

    A proposta altera a Lei 9455/97, definindo como tortura o constrangimento de alguém com emprego de violência ou grave ameaça, causando sofrimento físico ou mental em razão da discriminação de gênero. A lei atual considera apenas a segregação racial e religiosa.

     

    Pena

    A lei prevê uma pena de reclusão de dois a oito anos. O projeto determina ainda que, se o crime for cometido em decorrência de parentesco, casamento ou união estável, a pena será aumentada de 1/6 até um 1/3. Assim, poderão ser acrescidos de quatro a 32 meses à reclusão, de acordo com a análise da Justiça.

    O autor da proposta ressalta que tem sido usado o termo "violência de gênero", para significar que não são as diferenças biológicas que determinam as agressões, e sim "os papéis sociais impostos a homens e mulheres, reforçados por culturas patriarcais que estabelecem relações de violência entre os sexos".

     

    Dados

    No Brasil, segundo a pesquisa "A mulher brasileira nos espaços público e privado", da Fundação Perseu Abramo, de São Paulo, uma mulher é espancada a cada 15 minutos. Uma em cada cinco brasileiras declara espontaneamente ter sofrido algum tipo de violência de algum homem, e esse índice chega a 43% quando as entrevistadas fornecem respostas estimuladas.

    De acordo com a pesquisa, 33% das mulheres admitem ter sido vítimas de violência física; 27 % reconhecem terem sido submetidas a violências psíquicas; e 11% informam ter sofrido assédio sexual. Esses números, conforme observa o autor do projeto, estão subestimados, pois muitas mulheres têm medo ou sofrem intimidações de diversas naturezas e não recorrem à polícia para denunciar as agressões e ameaças.

     

    Tramitação

    O projeto será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania antes de seguir para o Plenário.

     

     



    Escrito por Olívia às 22h09
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






     

     

     

    Não adianta chorar sobre o leite derramado

     

    Olívia de Cássia

    Jornalista

     

             Depois que o viaduto Industrial João Lyra, conhecido como Viaduto da  Mangabeiras, foi construído, uma equipe do CREA foi fazer uma vistoria no local para ver se estava tudo nos conformes de acordo com a lei. De acordo com a matéria foram encontradas várias irregularidades no local. Quando vi a notícia na televisão fiquei intrigada.

             Por que só agora, depois de inaugurado, é que foram verificar se havia irregularidades? Essa vistoria não poderia ter sido feita antes da inauguração? Hoje um caminhão-cegonha ficou entalado no local porque não conseguiu passar devido a altura do caminhão. Precisou retirar os carros da parte de cima para que o veículo pudesse circular no local.

             É estranho essa lógica. Desde o andamento da obra, todo mundo estava observando que o viaduto estava ficando baixo e que ia haver problemas com o trânsito de veículos mais altos. Nem assim as providências foram tomadas. Fizeram apenas uma raspagem na pista para rebaixá-la. Eu pergunto: os engenheiros e arquitetos, que devem ter ganho muito com o projeto, não viram que alguma coisa estava errada naquilo ali?

             Já dá para perceber, nos primeiros dias, que vamos ter muitas notícias de problemas encontrados no local, até porque não dá mais para desfazer o que já foi feito e não adianta chorar sobre o leite derramado. 



    Escrito por Olívia às 17h19
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






    NOTÍCIAS DA IMPRENSA NACIONAL VEICULADAS NO SITE COMUNIQUE-SE

     

     

    Globo notifica Record por "possível ação de concorrência desleal"

     

    Da Redação

     

             Em comunicado enviado à imprensa, a TV Globo informou ter enviado notificação para a TV Record sobre o que chamou de “possível ação de concorrência desleal”. A emissora conta que demitiu hoje um funcionário ao descobrir que ele passou informações sigilosas sobre o canal para uma pessoa que trabalha na concorrente.

    As informações, segundo o comunicado, dizem respeito a “segredos comerciais e estratégicos” da Globo.

    “Como o uso de segredos comerciais e estratégicos pode causar grandes prejuízos a qualquer empresa, a TV Globo informou à TV Record de que tomou conhecimento do fato, que pode configurar inclusive um ilícito criminal, e de que está estudando as medidas legais cabíveis”.

    Segundo a assessoria da Record, o departamento jurídico não recebeu nenhuma notificação e, portanto, ainda não vai se pronunciar sobre o caso. (*)

    Leia o comunicado na íntegra:

    “A TV Globo enviou hoje notificação para a TV Record sobre uma possível ação de concorrência desleal.

             Um funcionário da TV Globo foi desligado hoje da empresa por ter divulgado, através de seu e-mail corporativo, informações sigilosas desta emissora. 

             Diversas informações confidenciais, tanto de natureza comercial quanto estratégica, tais como a lista de fornecedores, foram repassadas para um funcionário da TV Record.

             Como o uso de segredos comerciais e estratégicos pode causar grandes prejuízos a qualquer empresa, a TV Globo informou à TV Record de que tomou conhecimento do fato, que pode configurar inclusive um ilícito criminal, e de que está estudando as medidas legais cabíveis.

     

    Central Globo de Comunicação

    Rio de Janeiro, 25 de junho de 2008”.

     

    ***************************

     

    José Dirceu diz que Fenaj está alinhada a patrões

     

    Da Redação do site Comunique-se

     

     

    O ex-deputado e ex-ministro da Casa Civil José Dirceu disse, em seu blog, que a Federação Nacional de Jornalistas tem se alinhado cada vez mais aos donos de jornais. Ele considerou grave o fato de a Fenaj afirmar ser censura o impedimento pela Justiça Federal de São Paulo de publicação de reportagem no Jornal da Tarde sobre supostas irregularidades no Conselho Regional de Medicina do Estado (Cremesp).

    “É evidente que não é censura! Se o CREMESP apresentou provas de que o JT está em campanha contra ele e que o que publica sobre a entidade é difamatório, e o juiz não puder proibir a publicação, seria o mesmo que o magistrado, sabendo, não pudesse impedir um crime porque ele ainda não foi cometido”, escreveu.

    O presidente da Fenaj, Sérgio Murillo, afirmou que a entidade precisa ser coerente. “Eles [jornais] reconhecem que nós temos representatividade e por isso nos ouvem. Por coerência, temos que alinhar as posições que historicamente sempre defendemos. Se os jornais são vítimas de censura, temos que nos solidarizar. Não há nenhuma aliança. Eles continuam nos atacando ferozmente em relação ao Conselho Federal de Jornalismo, na questão da atualização da regulamentação, na tentativa de abolir a exigência do diploma. Somos adversários em diversos campos, mas eventualmente temos que nos solidarizar em situações que têm relações históricas  com a Fenaj, como é esse caso de censura”.

     

    Mais informações no site comunique-se.com.br



    Escrito por Olívia às 10h01
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






    Fotos: Olívia de Cássia

    Flagrante de ontem na Assembléia Legislativa...

    Procuradores autárquicos vão à ALE pedir sensibilização para que o presidente interino Fernando Toledo (PSDB) abra um canal de negociação com o Governo do Estado...A reunião aconteceu por conta da intervenção do deputado Paulão (PT)



    Escrito por Olívia às 09h56
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






     

    Da minha  amiga de infância Eliane Aquino, tive o prazer de receber o  texto que se segue, para postar no meu blog.... 

     

     

    Divagações com o diário

     

                 Olá, D.

     

            Não sei se fiz bem em escolher uma madrugada quente de início de verão para nos conhecermos, mas em todas as outras vezes que pensei nessa aproximação, faltavam-me forças e criatividade para te dizer “prazer, seja bem vindo à minha vida tão atormentada por fantasmas e povoada, ainda, de tantos sonhos infantis”.

           Pois bem, D, cá estamos à uma hora e quarenta minutos do dia 7 de novembro de 2007, tentando nos decifrarmos. Para mim, és um amigo silencioso, capaz de me ouvir sem críticas, nem interrupções, mas com a qualidade de fazer ecoar, com o teu silêncio, todas as minhas vozes interiores.

           E quem sou eu, deverás descobrir aos poucos. A cada palavra escrita, a cada frase conturbada, a cada momento de euforia ou depressão colocadas para ti, ora em alegrias imensas, ora em prantos dolorosos. Mas, a princípio, basta saberes que eu sou uma mulher que só sei amar em demasia, sangrando na alma e no coração; entregando-me aos desamores profundos de relações menores do que as minhas emoções sinceras.

           Ah, D, sou matreira, sapeca, amante de uma boa (ou má) brincadeira, ou para mostrar meu amor ou a minha zanga por alguém. Para isso, deixo vazar a minha porção de perversidade, mesmo que minutos depois esteja eu a orar, arrependida, caso algum estrago tenha feito nos sentimentos de alguém. Mas, deixa estar, se apertar na minha dor, sou capaz de devolver o dolorido da mesma forma ou em pedaços maiores...quem se atreve, sabe...

           Porém nasci para doar. A generosidade me foi ensinada no berço e até hoje, garanto-lhe, D, até me prejudico, tenho perdas, para ajudar alguém em qualquer necessidade, até mesmo, apenas, a sorrir. Estás tu, agora,  a sorri de mim, não estás¿ Sei que sim, mas por ora conformo-me, preciso da tua atenção...

           Chorei por praticamente duas horas, lágrimas que vieram das cicatrizes da alma, acumuladas pela vida a fora, prontas a desaguar a qualquer instante, bastando, pois, uma tocada, mesmo de leve, na mais tenra das feridas... Essas lágrimas que não param de descer pelo meu rosto e que teimam em te molhar com sua presença quente...essas lágrimas que insistem em me fazer mais frágil do que o sou, desnudando as minhas emoções mais escondidas...

           E porque tanto choro¿ Choro em casamentos, hospitais, velórios, filmes românticos e de dramas; choro no travesseiro pelos sonhos não sonhados, pelas realizações não realizadas; pelo amor não tão amado; pelas descobertas das traições, pelas decepções, pelas mentiras ditas e ouvidas...

           Continuo a chorar, com mais calma, mais ternura, são lágrimas já cansadas, a brotarem em olhos não mais atentos à esperança tanto cultivada..continuo a chorar, D, eis a questão.

           Já estamos nos falando há meia hora D. E continuo com vontade de falar, falar, falar... És mesmo um bom ouvinte, amigo. Se estiveres cansado, me dá um sinal, me mostra com o teu silêncio que é hora de silenciar-me também. Mas te digo com franqueza, foge-me o sono e as lágrimas já começam a secar, e eu, cá, continuo a te falar, falar, falar...

           Se estiveres algum dia em uma encruzilhada, como será que vais agir¿ Pensa bem: de um lado, uma rosa lindíssima, que te faz pular o coração e te enche a alma de sentimentos nobres; mas que, ao tocá-la, tu se sentes enfraquecer, perdes força, aparece dores, embora o perfume da rosa e o seu brilho encantem a teus olhos e ao teu espírito...De outro, a liberdade, sem rosas, perfume, ou encantos, apenas o cheiro da caminhada sem dor, podendo, até, sonhares com uma rosa bem mais na frente...

           Qual rumo tu seguirias¿

           Qual rumo, D, devo seguir¿

           Saiba tu que durante preciosos anos de minha maturidade reguei essa rosa, talvez de forma errada diante da intensidade do meu amor; ora sufocando-a, ora deixando  tanto tempo com sede...de certo que, nem uma, nem outra, era a minha intenção para com a rosa amada, mas o meu jeito irresponsável e individualista de amar, assim me guiava.

           Se bem que quase matei a rosa, não merecia os espinhos que acabaram me ferindo mortalmente. É verdade D, assim me sinto moribunda de amor...

           Sei que a rosa me devota amor e gratidão, certamente não era a mim que queria ferir com seus espinhos mortais, mas acabou ferindo e, vez ou outra, até com o vento que lhe sopra as pétalas, me toca a ferida e me faz doer o coração.

           Não vejo cura para a minha ferida, nem jeito da rosa perder os espinhos... Portanto, D, que faço, então, nessa encruzilhada¿

           Bastou estar aqui, contigo, para que as lágrimas cessassem. És, deveras, um amigo. Um grande amigo. É verdade que me dói as costas, me ardem os olhos de tanto chorar; mas me aquece a alma a tua companhia e me mostra que não ficarei, assim, tão sozinha, caso opte pelo caminho contrário da rosa...

           Por que me magoa tão facilmente os sentimentos da traição¿ A rosa me fala que é pura insegurança, criancice, fetiche de adolescente na meia idade, mas não vejo assim. A traição mexe com a minha auto-estima, me forja um esboço humilhante de mulher sem noção, e me estimula a maltratar os espinhos e até a própria rosa, objeto maior dos meus desalentos de paixão.

           A rosa sequer percebe o meu esforço para mantê-la alvissareira, exposta a outros olhares cobiçadores e que, ao fazer tanto, de forma tão pura, não seja a rosa capaz de entender que, se de outro modo ajo contra os espinhos, por Deus, não é de minha prática e do meu feitio, fazer mal a quem quer que seja.

           Será que não vê a rosa, não sabe ela, que quem tanto ama é incapaz de ser mau de verdade¿ Que, quem tanto ama, e que tanto já se sacrificou para mantê-la tão bela e perfumada, não tem coragem de matar, maltratar ou machucar alguém¿ Não percebe que “tramas” são pequenas maldades inocentes de um coração amargurado, ansioso por se firmar diante da verdadeira trama da dissimulação¿

           Sabe, D, quanto mais conheço as rosas, mas me admiram os espinhos...

           Confesso, o sentimento que me move é o de fechar os olhos para o passado e o presente, respirar fundo e acertar o passo no caminho da liberdade, longe da rosa traiçoeira e seus espinhos. Deverei atravessar com a alma em prantos, com as lágrimas escorrendo pelo corpo, com todas as feridas abertas, mas com a certeza de que, no final, estarei lá, inteira, esperando por mim mesma.

           Já cá estamos há mais uma hora.e não mostras cansaço. Cada vez gosto mais de ti...

           Acho que preciso deitar-me um pouco, nem que seja para descansar o corpo e preparar-me para as novas horas. Sinto que preciso pensar em Deus, me concentrar nas pequenas coisas, como a leitura dos recentes livros ganhos; as lembranças gostosas da minha infância... Acho, D, que devo me encontrar com amigas antigas, aquelas que me lavam a recordações de brincadeiras e ingenuidade. Mas, sossegue, és o mais novo e o mais querido amigo de hoje e a partir de hoje.

           Devo-me ir.

           Mas voltarei. Cuida bem dessa nossa amizade. Pensa em mim com carinho e, evidentemente, deseja-me boa sorte na escolha. Como me despeço¿ Boa noite, até mais tarde, bom dia¿ Decido-me, enfim, por um abraço e um até  logo.

     

           Eu

     

    Eliane Aquino



    Escrito por Olívia às 02h26
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






    Foto do site Tudo na Hora

     

     

    Vereador de Murici se recupera de atentado

     

    Olívia de Cássia

    Repórter

     

             O vereador Anísio Amorim (PMN de Murici), o Anizão, passa bem e está se recuperando do atentado que sofreu ontem, no município de Messias, por volta das seis horas. Ele comentou hoje pela manhã sobre a emboscada sofrida ontem à noite, quando viajava de Murici para Maceió. “Na rodovia BR-101, em Messias, fui  interceptado por criminosos e acabei baleado com três tiros, por sorte estou vivo”, disse.

    Anizão está internado na Santa Casa de Misericórdia de Maceió e deve receber alta amanhã.  Ele foi atingido no ombro, braço e pescoço - outra bala ainda atingiu o celular dele. O estado  de saúde do vereador por Murici é estável e as balas não vão deixar seqüelas, segundo o boletim do médico cirurgião Marcos Arnaldo de Almeida Ferreira.

    Anizão diz que não tem inimigo e a quem atribuir o atentado que sofreu; acredita que foi alvo de bandidos que queriam roubar. "Na semana passada eu já denunciava a violência na estrada e eu não imaginava, nunca, que seria a próxima vítima", afirmou.

    O vereador descartou um atentado ou crime político, já que os três homens armados tiveram a oportunidade de matá-lo. E também contou como tentou fugir dos criminosos. Eles estavam em um Vectra roubado e pediram que Anizão parasse, mas o vereador seguiu. Então, os criminosos começaram a atirar. "Eu tentei sair do local, tentei. Inclusive, bati no carro deles, mas acabei em uma rua sem saída", contou. Segundo o médico  Marcos Arnaldo de Almeida Ferreira, o estado de saúde do vereador é estável.

             Desde os primeiros socorros recebidos Anizão tem recebido a solidariedade de parentes, amigos e correligionários políticos. Esta manhã recebeu a visita do prefeito de Murici, Renan Calheiros Filho (Renanzinho), recebeu a imprensa e o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil, Gilberto Irineu.

             Na sessão da Assembléia Legislativa de ontem, o deputado Paulo Fernando dos Santos (Paulão-PT) quando soube do ocorrido fez um pronunciamento na tribuna da Casa, cobrando ação da polícia e  lembrando que há pouco menos de um mês o dr. Paulo do PT sofreu um atentado com as mesmas características do que ocorreu com o vereador por Murici

     



    Escrito por Olívia às 12h42
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






    Vereador baleado fala da emboscada e alerta para violência nas estradas Anízio Amorim foi baleado com três tiros e está internado na Santa Casa.

     

    Da Redação DO SITE Tudo na Hora

     

    O vereador de Murici, Anízio Amorim, o Anizão (PMN), falou hoje sobre a emboscada sofrida ontem à noite, quando viajava de Murici para Maceió. Na rodovia BR-101, em Messias, ele foi interceptado por criminosos e acabou baleado com três tiros.

    Anizão está internado na Santa Casa de Misericórdia de Maceió e deve receber alta nesta sexta-feira. Ele foi atingido no ombro, braço e pescoço - outra bala ainda atingiu o celular dele. O estado dele é estável e os projéteis não vão deixar seqüelas, afirmou o boletim do médico cirurgião Marcos Arnaldo de Almeida Ferreira.

    "Na semana passada eu já denunciava a violência na estrada e eu não imaginava, nunca, que seria a próxima vítima", afirmou.

    O vereador descartou um atentado ou crime político, já que os três homens armados tiveram a oportunidade de matá-lo. E também contou como tentou fugir dos criminosos. Eles estavam em um Vectra roubado e pediram que Anizão parasse, mas o vereador seguiu. Então, os criminosos começaram a atirar. "Eu tentei sair do local, tentei. Inclusive, bati no carro deles, mas acabei em uma rua sem saída", contou. O estado dele é estável, afirmou o médico Marcos Arnaldo de Almeida Ferreira.

    Estão visitando o vereador os familiares, amigos, políticos e também o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil, Gilberto Irineu.



    Escrito por Olívia às 11h00
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






    Foto do site A Palavra

     

     

    Anizão sofre atentado

     

    Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

    Jornalista

     

    Meu primo Anísio Amorim, vereador na cidade de Murici, sofreu um atentado na noite desta quarta-feira, na BR-104, entre os municípios de Messias e Murici, sua c idade natal. As informações sobre o atentado ainda são muito desencontradas, inclusive o partido ao qual o vereador  é filiado. Os sites disseram que Anizão é do PMN, outros disseram PMDB e por fim PCdoB. Até onde eu sei, recentemente,  ele se filiou ao PT, mas isso ficará a cargo do mesmo esclarecer os mal entendidos.

    Por coincidência do destino, há pouco menos de um mês, Anísio socorreu o amigo Emanuel Paulo (o Paulinho do PT) de União que concorrerá a vice-prefeito na chapa de Beto Baia. Paulinho também sofreu um atentado com as mesmas características e é de se estranhar que se diga logo que as coisas acontecem que foi para roubar. É bom que a polícia alagoana apure mais esse crime.

    O doutor Paulo Rubim, secretário de Defesa Social do Estado, encontrou muita coisa errada nesse nosso Estado e pelas entrevistas que deu e pelo o seu depoimento na sessão pública que teve sobre segurança na Assembléia, está querendo fazer um bom trabalho na segurança pública em Alagoas. Mas parece que começou a incomodar os bandidos poderosos, pois estão querendo desestabilizá-lo junto com a sua equipe. Eu só espero que o secretário cuide desse e de outros casos que estão ainda sem solução do estado.  



    Escrito por Olívia às 00h30
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






    Festas juninas

     

     

             As festas juninas são uma celebração brasileira e portuguesa, de origem européia. Historicamente, está relacionada com a festa pagã do solstício de verão, que era celebrada no dia 24 de junho, segundo o calendário juliano (pré-gregoriano) e cristianizada na Idade Média como "festa de São João". Nesta época do ano, em alguns estados, as ruas se enfeitam para as comemorações referentes à data, principalmente no Nordeste.

    No Brasil, essa época festeja importantes santos católicos: Santo Antônio (13 de junho); São João (24 de junho); São Pedro (29 de junho). Aqui recebeu o nome de junina (chamada inicialmente de joanina, de São João), porque acontece no mês de junho. Além de Portugal, a tradição veio de outros países europeus cristianizados dos quais se surgem as comunidades de imigrantes, chegados a partir de meados do século XIX. Ainda antes, porém, a festa já tinha sido trazida para o Brasil pelos portugueses e logo foi incorporada aos costumes das populações indígenas e afro-brasileiras.

             As festas de São João são ainda celebradas em alguns países europeus católicos, protestantes e ortodoxos (França, Portugal, Irlanda, os países nórdicos e do Leste europeu). As fogueiras de São João e a celebração de casamentos reais ou encenados (como o casamento fictício no baile da quadrilha nordestina) são costumes ainda hoje praticados em festas de São João européias.

             A festa de São João brasileira é típica da Região Nordeste. Por ser uma região árida, o Nordeste agradece anualmente a São João, mas também a São Pedro, pelas chuvas caídas nas lavouras. Em razão da época propícia para a colheita do milho, as comidas feitas de milho integram a tradição, como a canjica e a pamonha, mungunzá e outras iguarias.

    Os arraiais se enchem de alegria com as apresentações das quadrilhas, hoje já descaracterizadas pelo tecnologia e exagero das roupas. Atualmente, os festejos ocorridos em cidades pólos do Norte e Nordeste dão impulso à economia local. Citem-se, como exemplo, Caruaru em Pernambuco; Campina Grande na Paraíba; Mossoró no Rio Grande do Norte; Maceió em Alagoas; Aracaju em Sergipe; Juazeiro do Norte no Ceará; e Cametá no Pará. Além disso, também existem nas pequenas cidades festas mais tradicionais. (Fonte: Wikipédia)



    Escrito por Olívia às 00h02
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






    Na Rua da Ponte eu vivi a minha infância até os nove anos de idade; minhas maiores e melhores lembranças dessa época estão fincadas lá, naquele torrãozinho amado....

    Reunãozinha na casa de Tonha para comemorar seu aniversário, hoje....

    Ao centro, Nádia e Genisete...

    Na flor da idade.... a melhor época da vida, adolescentes estavam na festa

    Boas coneversas e bom papo...

    E os parabéns da aniversariante....

     

     



    Escrito por Olívia às 19h14
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






    Essas fotos do Rio Mundaú foram tiradas da Rua da Ponte, dos fundos da Casa de Tonha.... a aniversariante de hoje...



    Escrito por Olívia às 18h59
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






    Meu irmão, todo bobo com o neto, avô coruja...

    Bate-papo aqui em casa hoje...

    No meu sofá e ouvindo uma musiquinha bacana ele não quis saber de nada...

    Reuniãozinha de amigos e familiares...

    .....

    Matheus é meu primeiro sobrinho-neto, está muito lindo ele....

    ...

    João Victor com a tia Sônia e a priminha Dudinha....

    E enquanto todo mundo tagarelava, Joâo Victor não estava nem aí.... só curtindo uma musiquinha...



    Escrito por Olívia às 21h48
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






    Fotos Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

    Festinha hoje no gabinete do deputado Judson Cabral (PT); participaram assessores dos dois gabinetes petistas (Judson e Paulão). Foi aniversário da Duda...

    Jane e Duda...

    Leó, Maria, Jane e Duda....

    Duda, a aniversariante, com o deputado Judson Cabral....

    Flagrante da confraternização...

    A hora dos parabéns...

    Deputado Judson Cabral (PT), no aniversário da Duda...hoje...



    Escrito por Olívia às 13h25
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






    Sessão nostalgia...

    Aos 20 anos eu era romântica... achava que ia transformar o mundo com meus ideais....

     

    ....

     



    Escrito por Olívia às 01h47
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






    Fotos: Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

    José Costa esteve na Assembléia nesta terça-feira, 17 de junho/2008, como advogado dos suplentes que reassumiram a titularidade na Casa de Tavares Bastos...

    Deputado Flaubert concede entrevista para o jornalista Alexandre Henrique \Lino de O Jornal...

    No intervalo da sessão o deputado Paulão conversa com a assessoria do gabinete...

    E os deputados novatos aproveitam para conversar com o advogado José Costa sobre as estratégias a serem adotadas.... Cenas de hoje na Assembléia...

     



    Escrito por Olívia às 23h39
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






    [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
    border=0